Catraca livre publica relato falso como se fosse verdade absoluta

Catraca livre publica relato falso como se fosse verdade absoluta

Compartilhe com seus amigos
  • 119
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    119
    Shares

No dia 10 de outubro, foi registrada uma matéria no site Catraca Livre onde relatava uma suposta agressão cometida por eleitores de Bolsonaro.
Em resumo, a acusadora afirmou que foi abordada por “bolsominions” e por estar com o adesivo #EleNão em sua mochila, foi espancada e multilada pelos agressores.

Matéria foi publicada inicialmente como se fosse verdade

Conhecido por lutar contra fake news, Catraca Livre publica notícia falsa com intuito de favorecer narrativa política. Gilberto Dimenstein, dono do jornal em questão lançou no início do ano a hashtag #BolsonaroNão sob a justificativa de um não candidato.

 

No passado, A equipe já publicou outros meros relatos na internet como se fosse verdade (como o caso de uma mulher que foi supostamente ameaçada por usar batom vermelho).

Hoje, pouco mais de uma hora atrás, o mesmo site publica outra matéria dizendo que era falsa a suástica desenhada

Site se diz inimigo das fake news

A mutilação da cruz suástica, símbolo do nazismo, assume o primeiro lugar em nosso Campeonato de Fake News. A “vítima” disse que foi atacada por usar uma camiseta do movimento #EleNão. Não era verdade e ela será indiciada por falso testemunho.

Investigação e laudo apontam que a jovem que teve uma suástica marcada na barriga se automutilou.
“Todas as câmeras do local foram vistas e revistas e, em nenhuma delas, ela apareceu. Entrevistamos guardadores de carro, síndicos de prédio, mais de 20 pessoas e nenhuma delas viu”, disse o delegado Paulo César Jardim, responsável pela investigação, à “Gazeta do Povo“ ” – Aponta a matéria.

 

Site assumindo que o relato foi mentira

 

O jornal não se retratou pela notícia falsa publicada 14 dias atrás.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *