ABSURDO!! Diretoria da UFSC “CENSURA” Evento sobre Mortes Causadas pelo Comunismo

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) organizaram um evento em homenagem às vítimas do comunismo. O assunto é sério, e os 100 milhões de mortos pelo regime já ganharam até um memorial em Washington (EUA). O evento, apoiado pela Fundação Vítimas do Comunismo (Victims of Communism Memorial Foundation) e pelo Instituto Mises Brasil, terá exposição de fotos e palestrantes de peso, como o economista Fabio Barbieri, o presidente do Instituto Mises Brasil, Helio Beltrão, e Ivanildo Terceiro, diretor do Students For Liberty Brasil. O evento aconteceria a partir de hoje, em um dos auditórios da UFSC.

Aconteceria, porque há apenas algumas horas do início, a direção da Universidade decidiu, simplesmente, cancelar o evento em seu espaço. Os participantes contam que primeiro, a Universidade teria deletado a divulgação de todos os seus meios oficiais: boletim acadêmico, site de notícia e página no Facebook. Posteriormente, foi informado que o professor que solicitou o auditório havia retirado o pedido. Um outro professor, então, fez nova solicitação para reservar o mesmo espaço que já estava autorizado há 1 mês.

No início da tarde, porém, veio o veredicto: a organização recebeu uma nova ligação, informando que, por decisão da diretoria, o evento não poderia mais acontecer no local. Sem maiores explicações. Após a repercussão, a UFSC justificou, em um comentário de um post em seu Facebook, que quando o professor “assinou a solicitação do uso do auditório, a pedido de aluno, não tinha notado o caráter político e não acadêmico do evento. Desta forma, o referido evento deverá ser realizado em outro local”. Interessante é que uma aula magna com Guilherme Boulos, líder do MTST e candidato a sucessor de Lula, está programada para o dia 29, na mesma universidade (https://goo.gl/vQfNax). Não seria esse um evento de cunho político também?

A Semana Vítimas do Comunismo: 100 Anos da Pior Tragédia do Sec XX não foi cancelada, e ocorrerá em outro espaço (ainda a confirmar), mas é difícil não lamentar a censura e o desrespeito à liberdade de expressão em uma instituição que sobrevive às custas dos impostos de todos, e que ostenta em sua capa do Facebook que “Aqui tem diversidades”. Que diversidade é essa, que censura um evento contra o comunismo, mas mantém uma aula magna com Guilherme Boulos?

Esperamos que a direção da UFSC reveja suas posições e não repita o ato arbitrário por motivos ideológicos. Um dos papéis da universidade é promover um debate diferenciado, com pluralidade de idéias e visão ampla de mundo. E o debate perde muito quando um dos lados é impedido de se manifestar.

Leia Também:

Be the first to comment on "ABSURDO!! Diretoria da UFSC “CENSURA” Evento sobre Mortes Causadas pelo Comunismo"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*