Mulher mata marido e tenta simular que ele cometeu suicídio

Mulher mata marido e tenta simular que ele cometeu suicídio

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O tenente da Polícia Militar Cassio Ormond Araújo, morreu na noite de domingo (23/09) com um tiro na cabeça. No momento da morte, ele estava em casa, no bairro Tarumã, em Curitiba, com a esposa, que foi presa em flagrante na manhã de segunda-feira (24/09) suspeita de homicídio.

Inicialmente o caso foi registrado como suicídio, mas os peritos da Polícia Científica desconfiaram de modificações no local da morte e abriram uma investigação para apurar a possibilidade de crime. Na noite de domingo, a esposa da vítima, Francielle Carolina Moscaleski, de 26 anos, disse aos policiais que o marido foi até o quarto atender uma chamada no celular e minutos depois ela teria ouvido o disparo.

O corpo foi encontrado ao lado da cama do casal, com um tiro na altura da têmpora direita e com a arma próxima à mão esquerda. Ainda na noite de domingo, Franciele se recusou a entregar a blusa que estava usando para que a polícia realizasse exames no tecido.

Durante depoimento na manhã desta segunda, a suspeita confessou o homicídio, mas disse aos policiais que o casal teve uma discussão e que o disparo foi acidental.

Um vizinho do casal, que foi até o apartamento depois de ouvir o disparo, disse que as brigas entre marido e mulher eram frequentes.

A arma do crime é uma pistola de calibre .40 que pertence à Polícia Militar.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *