Mulher é presa após matar o pai e fingir latrocínio para ficar com herança, no Rio

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Equipes da Delegacia de Homicídios da capital localizaram e prenderam, na manhã desta terça-feira, Jessica Coutinho, de 30 anos, por ter matado o pai, Paulo Cesar, há quase um ano. Ela estava em casa, na Pavuna, Zona Norte do Rio.

As investigações mostraram que Jessica deu um tiro na nuca do pai para ficar com a herança de imóveis residenciais e comerciais. O crime ocorreu em 29 de agosto do ano passado e foi registrado, em princípio, como latrocínio — roubo seguido de morte.

Após matar o parente, ela contou à polícia que um criminoso havia entrado na residência e, em luta corporal, acabou por matar Paulo Cesar. Mas a equipe, chefiada pelo delegado Daniel Rosa, descobriu em diligências, depoimentos, imagens, perícias de local e reprodução simulada que Jessica era a autora do crime.

Jessica vai responder pelos crimes de homicídio qualificado e fraude processual. Ela ainda é acusada de denunciação caluniosa por ter apontado um cliente do bar da vítima como o assassino.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*