Ideia legislativa que sugere agravar todos os crimes passionais independente de gênero chega ao senado

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Atingiu hoje o número de apoios necessários (20.000) a idéia legislativa que pede pelo fim do termo feminicídio e também ressalta a importância de agravar todos os crimes passionais.

A idéia visa criticar a atual legislação feminista que promove debates de violência domèstica apontando um só sexo como culpado e agressor (homem) e outro como vítima (apenas mulheres).
um dos principais pontos do autor (Felipe Medina), é demonstrar que mulheres também podem ser agressoras e cruéis ao contrário que mostra a imprensa. Aqui mesmo no Liber News, na categoria “Violência Doméstica” temos vários exemplos de caso.

O próximo passo é uma análise da comissão dos direitos humanos e o parecer de algum Senador Responsável.

A expectativa é que os nossos políticos ao menos saibam que existe oposição, pois no cenário atual onde ainda impera hegemonia de pensamentos de esquerda, acredito que não chegue a se tornar um projeto de lei. Estamos plantando agora pra colher anos depois.

Ressalto também que a idéia não é pra retirada de nenhum direito da mulher e sim a inclusão de outras violências domésticas passionais que não são abrangidas hoje pela lei do feminicídio.” – Diz o autor.

 

 

Be the first to comment on "Ideia legislativa que sugere agravar todos os crimes passionais independente de gênero chega ao senado"

Deixe uma resposta