Opinião: Escritora foi abusada por motorista da Uber?

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Clara Averbuck, escritora, blogueira, escreve para Revista Fórum e carta capital, feminista, relatou em seu facebook que foi abusada sexualmente dentro da Uber, porém não vai denunciar a polícia.

Sem saber o nome do abusador e tipo de carro, em seu vídeo ela diz que não se pune estuprador com castração química, pois não é somente com pênis que se estupra.







Ela só esqueceu de falar que a castração química acaba com o desejo sexual e portanto o estuprador não tem o ímpeto de estuprar. Talvez por ignorância ou por desonestidade, ela não repassou essa informação. Finaliza defendendo que punição e pena de morte para estuprador não é o caminho.

A mesma lançou a campanha: #MeuMotoristaEstuprador

A mesma não acredita em denúncia formal, apenas em denúncia do facebook como mostra o vídeo abaixo.

Essa seria mais uma fanfic de feminista ou um caso real?




About the Author

Camila Abdo
Jornalista (MTB - 0083932/SP; Associação Brasileira de Jornalista -ABJ- 2457). Escrevo para: -oretrogrado.com.br -www.libernews.com.br e o meu blog pessoal politicaedireito.org/br

5 Comments on "Opinião: Escritora foi abusada por motorista da Uber?"

  1. Hue!
    Não vai denunciar? FANNNFFIIIIICKKK

  2. Falta a crase no “à policia”. Ou ela estaria denunciado a policia pelo “estupro”?.

  3. Rodrigo Rosa Santos | 29 de agosto de 2017 at 23:56 | Responder

    Mais uma fanfic de feminista, entenderão agora, pq elas são contra tronar a Falas Acusação de Estupro em crime?!?

  4. 1. Qdo pedimos Uber fica no histórico, sim, ela teria como ter os dados dele sim!
    2. Uma feminista não ter o prazer em colocar um homem na cadeia? Estranho!
    3. Bebida, embriagada, alcolizada e sabe-se la mais oq, vê, ouve, coisas q as vzs nem existem.
    4. Fanfic, porém ela nao tinha noção do estardalhaço q isso teria. E agora pra amenizar as coisas diz q nao irá fazer BO.
    Rafael Zucco sugeriu uma ementa em que torne a falsa acusação de estupro um crime hediondo e inafiançável, http://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/128460
    Para q situações como esta nao se torne mais corriqueira do q imaginamos.

  5. Quer meia hora de fama.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*