Tailandesa se filma estrangulando próprio filho para se “vingar” do marido” por ciúmes e ficará impune

Tailandesa se filma estrangulando próprio filho para se “vingar” do marido” por ciúmes e ficará impune

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nareumon Jampasert, 28, mandou um video para o marido enforcando seu filho com uma corda, como um aviso macabro.

A polícia em Bangkok prendeu a Sra. Jampasert, mas ela foi liberada pouco depois e um porta-voz da família chamou o incidente de “desacordo familiar”.

O vídeo da Sra. Jampasert foi publicado on-line por familiares preocupados, depois de enviá-lo ao marido.

Na filmagem ela está falando para a câmera e segurando seu filho, Theeradej Saisupan com uma corda preta já amarrada em seu pescoço.

Ela então suspende brevemente o garotinho no ar na frente da câmera, com o menino chiando de dor antes de soltá-lo.

Dirigindo-se a seu marido, Jakrit Saisupan, 32, ela diz: “Você vê, Joe. Você se preocupa muito com as pessoas. Este é o seu filho. Esta é uma corda.

‘Olhe para ele. Ele não está morto. Ainda não o matei. Olhe para ele. Vou levá-lo para morrer em algum lugar. Você tem que esperar para me ver hoje.

“Se você não voltar para levá-lo, você vai ver o que acontece hoje. Você não atende seu telefone, é? ‘

A Sra. Jampasert enviou o vídeo doentio ao Sr. Saisupan, que passou a sua irmã e mãe em uma tentativa desesperada de levar alguém para a casa da família para ajudar seu filho.

A polícia entrevistou a Sra. Jampasert, mas disse em uma coletiva de imprensa que ela não seria processada, pois era um “desacordo familiar” e o pai do menino disse que não queria continuar.

Lt Col Samat Gringaew disse que o bebê não teve nenhum ferimento grave, mas seria novamente verificado no hospital.

Ele acrescentou: “Não vamos proceder com acusações contra a mãe, porque se ela for para a prisão, quem cuidará da criança?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *