Mulher que reproduziu feminismo e espancou marido até a morte em Varginha é presa

Compartilhe com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sandra de Oliveira Natal foi presa na tarde dessa última terça-feira (4/4) suspeita de espancar o marido João Batista Natal, de 44 anos, até a morte. Segundo o delegado, Josias Moreira Giffoni, a prisão da mulher de 49 anos é temporária. Ela ficará detida por cinco dias, podendo o período de prisão ser prorrogado por outros cinco dias. Sandra pode ainda ficar presa até o dia do julgamento, que não tem data prevista para acontecer.

Antes de morrer Josias foi atendido algumas vezes na UPA e no Hospital Bom Pastor. Na ocasião, ele estava inconsciente e com vários hematomas pelo corpo. Foram realizados vários exames e foi constatado que o homem apresentava coágulo no cérebro. Ele chegou a ser transferido para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Veja mais detalhes na reportagem da TV Alterosa:

Deixe uma resposta