Estudo diz que homens são as maiores vítimas de violência doméstica

Compartilhe com seus amigos
  • 4.8K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4.8K
    Shares

MULHERES ou HOMENS são as MAIORES VITIMAS de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA? (Usando estatísticas).

– A cada 1 mulher que morre no Brasil, morrem outros 11 homens.

– A cada 5 mortes por violência doméstica, 4 são homens.

A aula de hoje visa destruir o mito de que mulheres são as maiores vitimas de violência doméstica, não estou desmerecendo o sofrimento de milhares de mulheres, que morrem ou são espancadas nas mãos de homens violentos, mas sim para mostrar que estatística é a forma de estuprar os números até que eles falem o que você quer e o feminismo, ong´s e mídias o fazem muito bem, prova disso é que homens são as maiores vitimas de violência doméstica e você não sabia disso, ou sabia????

1- É muito difícil achar estudos específicos sobre a violência contra homens, mas se procurar estatísticas femininas você encontrará toda informação necessária, para o estudo de hoje vamos utilizar o site mapa da violência: http://www.mapadaviolencia.org.br/

2- Segundo o mapa da violência 2012 tivemos 4.297 mulheres assassinadas no Brasil (http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2012/mapa2012_mulher.pdf) (pag 5). Não encontramos dados de homens nesse estudo, porém no outro estudo (http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2012/mapa2012_web.pdf) tivemos o total de 49.932 assassinatos no Brasil em 2010 (pag 18), portanto usando uma conta simples de 49932 – 4297 = 45.635 homens assassinados, ou seja, homens foram cerca de 91,5% das vitimas de violência no país.

3- Agora vamos aos números de violência doméstica, na página 5 do estudo da violência contra mulher encontramos o seguinte dado:

Outra informação registrada na Declaração de Óbito é o local do incidente que originou as lesões que levaram à morte da vítima.

“Entre os homens, só 14,7% dos incidentes aconteceram na
residência ou habitação. Já entre as mulheres, essa proporção eleva-se para 40%.”

Peço que reparem como o pesquisador utiliza o termo “entre os homens só 14,7% dos incidentes”, mas como sou curioso fui fazer as contas…….

ASSASSINATOS DE MULHERES= 4297 X 0,40= 1.718
ASSASSINATOS DE HOMENS= 45.635 X 0,147= 6.708

No total de 8.426 assassinatos por violência doméstica, temos 1718 assassinatos de mulher e 6708 de homens, ou seja, APROXIMADAMENTE 80% DAS VITIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA SÃO HOMENS, ou usando os números como sensacionalista, a cada 5 mortes por violência doméstica, 4 são de homens.

Não serei hipócrita ou idiota de achar que esses homens morrem por serem homens como as feministas fazem, apenas é um estudo de violência e estou utilizando dados reais para mostrar que o PROBLEMA NO BRASIL É A “VIOLÊNCIA”, NÃO DEVEMOS SEPARAR POR GÊNERO, ISSO TIRA O PESO DO GOVERNO APENAS, POIS ELE É RESPONSÁVEL PELA SEGURANÇA!!!!

4- O estudo “Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres”, divulgado nesta segunda-feira (9), mostra que 50,3% das mortes violentas de mulheres no Brasil são cometidas por familiares. Desse total, 33,2% são parceiros ou ex-parceiros. (http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/11/503-dos-homicidios-de-mulheres-no-brasil-sao-cometidos-por-familiares.html).

Vamos utilizar os números do mapa 2012, são 4.297 assassinatos x 0,332= 1.426 assassinatos de mulheres pelos parceiros. Utilizam esses números para fazer campanhas de conscientização, como se no Brasil estivéssemos matando apenas mulheres e o país ser um país extremamente machista, são várias e várias manchetes destacando pedaços de pesquisas, mas vamos estudar mais um pouco…..

Novamente não temos os estudos de quantos homens são assassinados pelas suas esposas, mas é um número crescente, basta acompanhar o noticiário, além claro dos casos em que a esposa é mandante do crime, porém ao redor do mundo a média é de 5% dos assassinatos serem cometidos diretamente por mulheres (http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/10/por-que-os-homens-sao-responsaveis-por-95-dos-homicidios-no-mundo.html)

Vamos utilizar aqui apenas número de assassinatos diretos, excluindo os casos onde a mulher seria a mandante do crime e iremos utilizar a media mundial de 5%. Sabendo que no Brasil tivemos 49.932 assassinatos e se 5% deles foram cometidos por mulheres, teremos um total de 49.932 x 0,05= 2.496 assassinatos cometidos por mulheres, se apenas 30% tiverem motivações passionais teremos 2.496 x 0,3= 749, contra os tais 1.426 casos onde o parceiro mata a mulher, portanto homens e mulheres matam, são BANDIDOS!!!!

5- Mulheres agridem mais:

Existem alguns estudos que apontam a agressividade das mulheres, porém são poucos ou quase nunca divulgados, portanto irei separar alguns artigos para vocês:

Revista Época: Elas batem e eles apanham

Folha de SP: Mulheres batem mais do que os homens nas brigas conjugais, mostra pesquisa

IG: Mais de 50% dos casos de maus-tratos contra crianças são praticados pelas mães

DS: Mulheres praticam mais violência doméstica que homens

6- Onde quero chegar com esse estudo???
Mídia, governo, ong´s e movimentos feministas utilizam estatísticas e dados para alardear a violência contra a mulher e omitir que vivemos em um país violento que não escolhe gênero.

Mídia: Por que vende falar que estamos matando mulher, homens e mulheres se sensibilizam e assim consomem o material sensacionalista.

Governo: Enquanto discutimos a morte de 8,5% das vitimas de assassinato no país e colocamos a culpa de 1.426 casos em cima do “machismo”, as pessoas não se atentam ao número de 49.932 em 2010 e muito menos no número de 59.927 em 2014, onde 54.870 homens foram mortos por violência e 4754 mulheres.(http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2016/03/22/internas_polbraeco,523490/brasil-registra-em-2014-o-maior-numero-de-assassinatos-da-historia.shtml)

Ong´s e Movimentos Feministas: São muitos que mamam nas tetas do estado, além de ser um movimento político, financiado inclusive com dinheiro público, diversos ativistas profissionais encontram na militância o seu meio de vida. Não a toa eles vivem repetindo que o Brasil é o 7º país onde mais matam mulheres (http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,estudo-sobre-homicidio-de-mulheres-coloca-brasil-em-7-lugar-no-ranking-mundial,869796), porém não dizem na mesma pesquisa que o Brasil é o PAÍS ONDE MAIS SE ASSASSINAM PESSOAS (http://www.valor.com.br/brasil/4493134/brasil-lidera-em-numero-de-homicidios-no-mundo-diz-atlas-da-violencia).

Volto a repetir, estou aqui pedindo que todos nós sejamos a favor do combate a violência contra o ser humano, sem olhar idade, gênero, cor, status social ou qualquer outra coisa que o politicamente correto utiliza para dividir a sociedade.

Autor: Rafael Zucco

Leia Também:

10 Comments on "Estudo diz que homens são as maiores vítimas de violência doméstica"

  1. Não há uma base científica nas suas colocações. Você diz que as feministas utilizam os números ao seu favos, mas faz o mesmo.
    Acredido que algumas perguntas devem ser respondidas. Primeiro das mulheres mortas em domicílio quantas são por crime pacional, motivados pela relação de poder do homem para com a mulher ? E dos homens quantos são crimes pacionais cometidos por mulheres, devido a relação de poder da mulher para com o homem?
    São estas perguntas que devemos responder para saber quem são as maiores vítimas da violência de gênero no Brasil.

  2. Olha eu sou contra todo tipo de violência, isso mostra como somos desinformados e aceitamos tudo que a midia quer nos enfiar guela abaixo, acho que deveriam haver campanhas igualitárias contra qualquer tipo de violência doméstica não polarizada do jeito que é hoje, como se o homem da casa ou os filhos também não pudessem ser vitimas, parabéns pelo artigo.

  3. Só tenho uma coisa a dizer:

    Não importa se esse número é de violencia de mulher pra homem.. homem pra mulher, homem pra homem ou mulher pra mulher…

    O que temos que nos importar é com as MORTES que estão ocorrendo com os Homens e com as Mulheres.. ou seja, Com os Seres Humanos.

  4. SÓ TENHO UMA COISA A DIZER: “ESTAMOS SENDO ABATIDOS COMO MÓSCAS.”

    • João Bosco Barbosa dos Santos | 29 de agosto de 2017 at 18:52 | Responder

      EU já sabia disso, a maioria das pessoas assassinadas são do sexo (gênero é para coisa), masculino entre 15 e 25 anos de idade~e de idades variadas incluindo crianças e velhos, mas o cume do assassinato está nesta faixa etária. Os homens são dizimados e a mídia feminista, sexista, socialista, comunista, babaovista não diz nada. Claro sou completamente contra a violência contra qualquer ser vivo, seja mulher, homem ou animal. Violência contra a mulher é um caso gravíssimo de covardia pura, pois geralmente a mulher se encontra em desvantagem física e até dentro de um conceito logístico. Mas o caso é que homem assassinado não dá repercussão. Interessante essa “igualdade de direitos”.

  5. A sociedade é matriarcal, femista! Diz que meninos são mais burros etc… Ignora os grandes gênios que de um modo geral são homens para exaltar as mulheres em detrimento de todos do sexo masculino.

  6. A violencia contra o homem é em sua grande maioria, cometida pelos próprios homens.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*